Incoterms: Um Guia Básico para Agentes de Carga

Como as empresas de agenciamento de cargas são responsáveis por gerenciar o transporte de mercadorias dos seus clientes, todos os profissionais que trabalham nessa área devem ter um forte entendimento a respeito dos Incoterms. Mas você sabe o que são Incoterms?

Os Incoterms, também conhecidos como International Commercial Terms ou Termos de Comércio Internacionais, são um conjunto de instruções que governam todo o comércio de cargas que acontece ao redor do mundo. Esses termos determinam a divisão de responsabilidades entre o expedidor (geralmente o fornecedor / consignador) e o consignatário (geralmente o comprador).

Em outras palavras, os Incoterms definem se o remetente ou o consignatário será o responsável pelos riscos, custos e responsabilidades associados ao embarque de uma carga, em cada etapa de uma operação de exportação ou importação.

Existem vários tipos de Termos Comerciais Internacionais disponíveis, como FOB, CIF e CFR. Para ajudar você a entender mais sobre cada um deles e definir qual é o mais adequado para suas operações logísticas, criamos um Guia básico de Incoterms para agentes de carga. Abaixo, você pode conferir tudo o que você precisa saber sobre este assunto!

Quais são os principais Incoterms?

CFR

Os termos de Custo e Frete englobam o custo das mercadorias transportadas e o custo do processo de expedição na mesma fatura, que deve ser paga pelo vendedor. Embora os termos CFR sejam altamente utilizados, este Incoterm fornece controle limitado ao comprador no que se refere ao processo de envio de cargas e custos associados.

CIF

Os termos de  Custo, Seguro e Frete, também conhecidos como CIF, também são muito semelhantes ao CFR. A única diferença é que também incluem uma apólice de seguro marítimo que deve ser paga pelo vendedor. 

CPT

Os termos CPT indicam total responsabilidade do vendedor no que se refere aos custos de transporte para o porto de descarga. Utilizando esses termos, a responsabilidade do expedidor termina quando a mercadoria é entregue à transportadora. Ele pode ser usado para todos os modais de transporte, incluindo aéreo e marítimo.

CIP

Os termos da CIP indicam as mesmas responsabilidades do CPT para o expedidor (custos de transporte para o porto de descarga e entrega à transportadora), com a inclusão do seguro marítimo como adicional.

DAT

Usando os termos do DAT, o vendedor é responsável pela entrega ao terminal nomeado no porto de destino e pelo descarregamento para a coleta do comprador/transportadora – feito isso, a responsabilidade pelos bens passa para o comprador.

Assim, o vendedor fica encarregadodesembaraço aduaneiro de exportação das mercadorias. O comprador, por sua vez, é responsável por todos os custos do ponto de entrega em diante, incluindo desembaraço aduaneiro de importação, impostos e taxas. Os termos DAT podem ser usados para todos os modais de transporte.

DDP

Estes termos indicam que o remetente/expedidor é responsável pelo pagamento de todos os impostos e taxas no ponto de entrega acordado. Dessa forma, o vendedor é responsável pelo transporte e entrega da carga a um local nomeado, incluindo a liberação para importação e todos os impostos e taxas aplicáveis. 

DAP

Termos muito semelhantes ao DAT, com a diferença de que o comprador é responsável por descarregar as mercadorias no local de entrega indicado. O comprador assume a responsabilidade no ponto de descarregamento das mercadorias, incluindo desembaraço aduaneiro de importação, impostos e taxas. Pode ser usado para todos os modais de transporte.

EXW

Os termos do EWX indicam que o comprador é responsável por coletar as mercadorias do vendedor e fica encarregadado de todas as atividades subsequentes, incluindo custos e riscos associados à operação.

FAS

Os termos FAS exigem que o vendedor coloque as mercadorias ao lado do navio transportador no porto de exportação, ficando responsável pelo desembaraço aduaneiro de exportação e todos os curtos e riscos até esse ponto. O comprador assume a responsabilidade pelo carregamento das mercadorias na embarcação.

FCA

Os termos da FCA indicam que o vendedor é responsável pelo transporte dos bens até a entrega à transportadora escolhida pelo comprador em um local nomeado – geralmente um terminal, depósito ou centro de transporte. Se o local indicado for de posse do vendedor, ele será responsável pelo carregamento das mercadorias. Em todos os outros locais nomeados, o comprador é responsável pelo carregamento.

FOB

Os termos FOB indicam que o vendedor e o comprador têm uma responsabilidade similar em relação aos custos de um transporte de carga, incluindo os riscos envolvidos no processo. O vendedor é responsável até a chegada da carga no porto de carregamento. O comprador, por outro lado, está no comando a partir do descarregamento até que as mercadorias cheguem ao seu destino final.

Os termos FOB oferecem a opção mais viável para vendedores e compradores, pois ambas as partes compartilham responsabilidades iguais.

Quer acessar mais conteúdos exclusivos para agentes de carga? Confira o nosso post com algumas ferramentas de conversão de medidas que podem facilitar a sua rotina de trabalho!

Sobre a LoGo – Marketing para Logística

A LoGo é uma agência de marketing com foco exclusivo em atender empresas de logística. 

Ana Clara Rodrigues

Graduada em Jornalismo e apaixonada pela escrita, Ana Rodrigues possui amplo conhecimento na criação de conteúdo relevante para o mercado de logística internacional e muitas outras áreas. Como parte da sua trajetória, já trabalhou com produção jornalística no Brasil e nos Estados Unidos, até que decidiu seguir o caminho do marketing digital e começou a atuar como redatora. Há quase 3 anos, Ana vem ajudando empresas de logística de todo o mundo a se destacarem através da publicação de conteúdo especializado em diversas plataformas.

Quer receber notícias de marketing para logística?

Coloque seu melhor e-mail abaixo e aproveite as novidades em primeira mão.