Rotas Marítimas: Como calcular a distância entre dois portos

O modal marítimo é o mais utilizado para o transporte internacional de cargas, sendo essencial para manter a economia em movimento. Para se ter uma ideia, todos os anos, cerca de 11 bilhões de toneladas são transportadas através das diversas rotas marítimas presentes ao redor do mundo.

No post de hoje, vamos aprofundar mais no tema rotas marítimas. Esperamos te ajudar a entender mais sobre a sua importância no contexto do comércio exterior. Além disso, você pode ainda conferir quais as principais rotas marítimas no mundo e como calcular a distância a ser percorrida por um navio entre um porto e outro. Confira! 

Importância das rotas marítimas 

Como mencionamos anteriormente, as rotas marítimas são essenciais para o funcionamento do comércio exterior, visto que são por onde os navios cargueiros passam ao transportar mercadorias de um país para o outro. 

Existem rotas marítimas conectando todos os continentes. Contudo, ainda que com um enorme oceano à disposição, a preferência dos armadores é sempre por rotas marítimas próximas à terra – com exceção aos transportes intercontinentais que necessitam uma navegação mais distante entre um porto e outro (exemplo: exportações saindo do Brasil rumo à Europa). Além de serem mais seguras, rotas mais próximas ao continente também tendem a serem mais econômicas, visto que o gasto de combustível é menor.

Mesmo com toda a influência que o transporte marítimo exerce no comércio global,  ele também tem um ponto crítico. Os navios precisam queimar uma grande quantidade de combustível em seu funcionamento, gerando grandes emissores de dióxido de carbono.

Segundo pesquisadores, os navios são responsáveis por cerca de 3 a 4 por cento das emissões de dióxido de carbono provocadas pelo homem. Esse dado vem incentivando investigadores de todo o mundo em estudo em busca de alternativas mais sustentáveis.

As principais rotas marítimas do mundo

Estreito do Malaca

Uma das principais rotas marítimas do planeta é o chamado Estreito de Malaca, tendo cerca de 40% de todo o comércio mundial passando por suas águas. Tal popularidade deve-se ao fato de que o Estreito do Malaca é o caminho mais curto entre os oceanos Pacífico e Índico.

Devido a esse grande fluxo de passagem, o Estreito do Malaca passa por algumas perturbações e torna-se muitas vezes vulnerável a ataques de piratas, o que resulta em grande prejuízo comercial. Diante disso, países como Estados Unidos, China, Índia e Japão, têm auxiliado Cingapura, Malásia e Indonésia que, teoricamente são as responsáveis pela segurança da região, nesse trabalho de proteger o Canal. Esse reforço torna a rota mais segura para todos os armadores que passam na região! 

Canal do Panamá 

O Canal do Panamá recebe, todos os anos, cerca de 15 mil navios. Esse canal liga os oceanos Pacífico e Atlântico, mas sua capacidade de passagem de navios é limitada por apenas alguns por vez.

Dessa forma, é muito comum observar navios ancorados próximos ao canal, aguardando sua vez de passagem. Cerca de 30 a 40 navios de grande porte passam por ali todos os dias. O Canal do Panamá será expandido, mas, ainda assim, não será uma rota capaz de lidar com alguns navios de grande porte e, esses, precisarão continuar percorrendo rotas alternativas.

Resultado de imagem para canal panama

Canal Suez

O Canal de Suez foi construído para conectar o Mar Mediterrâneo ao Mar Vermelho. Ele possui 195 km de extensão e 170 metros de largura . Esse canal é muito importante para o transporte marítimo visto que, sem a sua existência, mercadorias saindo de algumas partes da Europa com destino a Ásia teriam que contornar todo o Continente Africano pelo Cabo da Boa Esperança. 

Como calcular a distância entre portos?

A partir do Ports, é possível calcular a distância entre qualquer um dos portos marítimos do mundo. Essa ferramenta permite que o usuário tenha uma forma rápida e simples de consultar a distância que deve ser percorrida em cada uma de suas operações de exportação/importação.

Para utilizar a ferramenta, você deve inserir os nomes dos portos de origem e destino da mercadoria. Com esses dados, o sistema irá calcular as possíveis rotas marítimas para o trajeto determinado e fornecer a distância em milhas náuticas.

Você pode então converter o resultado para quilômetros a partir da seguinte medida: 1 milha náutica equivale a 1,852km. Além de saber a distância, a ferramenta ainda apresenta as rotas marítimas destacadas em um mapa dinâmico que possibilita ao usuário visualizar quantos dias o navio deve demorar para completar o trajeto de acordo com a sua velocidade.

Para acessar essa ferramenta, basta clicar aqui!

Gostou do artigo? Deixe o seu e-mail abaixo para receber mais conteúdos interessantes sobre o mercado de logística! 

Ana Clara Rodrigues

Graduada em Jornalismo e apaixonada pela escrita, Ana Rodrigues possui amplo conhecimento na criação de conteúdo relevante para o mercado de logística internacional e muitas outras áreas. Como parte da sua trajetória, já trabalhou com produção jornalística no Brasil e nos Estados Unidos, até que decidiu seguir o caminho do marketing digital e começou a atuar como redatora. Há quase 3 anos, Ana vem ajudando empresas de logística de todo o mundo a se destacarem através da publicação de conteúdo especializado em diversas plataformas.

Quer receber notícias de marketing para logística?

Coloque seu melhor e-mail abaixo e aproveite as novidades em primeira mão.